sábado, 31 de outubro de 2015

Mudanças, Transformações


Dizem que não devemos ter outra cabeça sobre a nossa..
Mas, o que fazer quando a cabeça de apoio é a de Buda?
E a de cima é de um pássaro?
Onde está então a minha cabeça?
No encosto da cadeira?
Não...
A cabeça do observador que agora observa...
Ah! me achei
Me achei Buda
Pássaro
...
Canta o Sabiá....


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Integre esse espaço...dê a sua opinião e compartilhe as suas reflexões.