quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Pica Pau: A persistência que alimenta e nutre


De repente, em meio a rotina de meu ambiente de trabalho, colegas voltam-se à janela e alegres testemunham um pica-pau se deliciando em uma árvore próxima...
Encontrou uma reentrância com alimentos de sua preferência e lá permanceu por longos minutos...
É de sua prática bater e bater e mais bater seu bico para que o alimento surja, insetos, larvas...e? Não sei mais...toc toc toc hummm...
Sim, movido por sua natureza, realizava o instinto de sobrevivência, embelezando a nossa tarde. Que possamos nos deixar mover por nossa natureza essencial, no toc toc toc persistente, nutrirmos de alimentos que nos dão vida e embelezarmos a vida de tantas vidas...Agarremo-nos ao tronco da árvore que nos sustenta....sendo com tudo o que existe...Grandes congratulações!!!