quarta-feira, 23 de março de 2011

Japão humanidade fragilidades e fortalezas









Silêncio, a grande onda cobre corações, seres, espaço, imaginário concreto de casas, carros, famílias, produção, circulaçao, pulsar do dia, cidade movimento...
A grande onda encontra o coração  de todos os japoneses e japonesas, e tantos outros e outras de lugares de todo o mundo...
A grande onda em seu impulso abraça e leva consigo vida morte...
No bordado violento de sua espuma envolvente, desenha a dor, a devastação e revela a sobrevivência...
Emerge o sentimento de dor e de solidariedade...
Os olhares perdidos no hiato tempo do não tempo...não mais tempo,  novo tempo...
A solidariedade em silêncio se estende no vazio de mãos, de um abraço, uma busca, um encontro...um adeus...
Em silêncio observa e sente no mais profundo de cada um e de todos e seus ancestrais, a energia  do recomeçar...silencioso...
Kannon "Observar de longo alcance...sempre esperado...sempre esperado..."
Prece, humanidade, prece, de que somos uma mesma humanidade...e com todos os seres testemunhamos e compartilhamos essa dor e energia do recomeçar, com ternura e grande respeito. Reverência...

Um comentário:

  1. Olá!

    Escrevi um post sobre o Japão onde falo uma frase da monge Coen.
    Acho que vai gostar, o link é :
    http://domundoaofundo.com.br/?p=756

    agradecida pelas palavras,
    Taltia

    ResponderExcluir

Integre esse espaço...dê a sua opinião e compartilhe as suas reflexões.